Semipresencial
Acesso do Aluno Início
GRADUAÇÃO (47) 3025-5077
PÓS-GRADUAÇÃO (47) 3025-5077
WHATSAPP (47) 99943-0498

Notícias

Segunda graduação: Vale a pena investir!

Segunda graduação: Vale a pena investir!
13/02/2018

Existem motivos para que alguém escolha fazer uma segunda graduação. Trouxemos este artigo desenvolvido pelo Universia para você tirar suas próprias conclusões. Separamos algumas dicas para ajudá-lo a decidir por qual caminho seguir. Vamos nessa!

Segunda graduação: quando vale a pena?

NÃO HOUVE IDENTIFICAÇÃO COM O CURSO ATUAL

Se nada do seu curso atual lhe instiga, desperta curiosidade ou demonstra de que esse é um caminho pelo qual você gostaria de seguir, é preciso prestar atenção. Pode ser que você escolheu um curso que nada tem a ver com você. Nesse caso, fazer uma segunda graduação é interessante.

A sensação de estar no curso errado não é legal, mas é algo totalmente razoável. Muitas vezes, ainda muito jovens temos que escolher qual curso seguir e, com certeza, nossos interesses mudarão com o tempo. É muito possível nutrir certas expectativas com relação a determinado curso e depois perceber que as coisas não são como se esperava.

Nesse caso, há uma possibilidade a se considerar: na grade curricular da atual graduação você chegou a fazer alguma matéria de outra área que chamou a sua atenção? É o caso de considerar essa outra área. Por exemplo, uma pessoa que se graduou em administração e teve contato com matérias como Psicologia ou Sociologia pode perceber que esse é um caminho que lhe interessa. Da mesma forma, quem teve contato com Cálculo pode perceber que gosta mais do conhecimento das exatas.

NÃO HOUVE ADAPTAÇÃO À ROTINA DA PROFISSÃO
Quando o curso de graduação se encerra, o seu foco muda para a inserção no mercado de trabalho. É interessante perceber se as possibilidades de carreira que o seu curso proporciona lhe agradam e traçar um panorama com as suas experiências passadas e atuais.

Vamos supor que você fez diversos estágios e teve a oportunidade de interagir com diferentes áreas e/ou empresas. Como você se sentia? Conseguiria se imaginar desempenhando essa atividade a longo prazo? E se fosse em alguma área próxima?

Essas perguntas são importantes para identificar se a mudança é realmente necessária e se não existe a possibilidade de mudar de profissão sem a necessidade de uma outra graduação. Caso a sua conclusão seja de que as possibilidades atuais não se alinham em nada com o que você quer para o futuro, uma segunda graduação será útil.

Refletir bem sobre qual rotina de profissão você quer e se identifica é importante, pois é no trabalho que você gastará a maior parte de seu tempo, todos os dias úteis da semana. Trata-se de uma grande fatia da sua vida. Gastar a maior parte dela em uma atividade pela qual não se tem nenhuma afinidade é extremamente frustrante.

Quando não vale a pena?
Em outras situações, investir tempo e energia com outra graduação é um tiro no pé. Acompanhe:

VOCÊ ESTÁ COM DIFICULDADES TEMPORÁRIAS PARA ENCONTRAR EMPREGO
Quando a situação econômica do Brasil não é das melhores, isso dificulta às empresas efetivar mais estagiários e até mesmo realizar novas contratações. Passar pela experiência de enviar currículo para várias empresas e não obter resposta, ou passar por processos seletivos longos e cansativos, sem sucesso, acaba com a motivação de qualquer um.

Contudo, a vaga ideal para você pode ainda aparecer, talvez em pouco tempo. Às vezes, é tentador achar que uma mudança de carreira será a solução definitiva, mas cada área tem as suas dificuldades inerentes.

A ATUAL SITUAÇÃO FINANCEIRA NÃO PERMITE
Normalmente, após terminar uma graduação, as pessoas querem colher os benefícios financeiros dos seus estudos. Uma segunda graduação significa que você ficaria mais um período afastado do mercado de trabalho ou recebendo por uma bolsa de estágio.

É importante colocar toda a sua situação financeira na ponta do lápis e ver se existem condições para que você siga nesse caminho. Pode ser que seja necessário um esforço para juntar reservas e conseguir mudar de direção.

QUER COMPLEMENTAR CONHECIMENTOS NA MESMA ÁREA
Caso o seu interesse em uma segunda graduação seja complementar ou aprofundar os conhecimentos que você tem, existem outras alternativas mais relevantes. Seja porque é uma linha complementar que o interessa ou porque você quer buscar uma posição melhor na sua empresa, uma evolução na carreira é diferente de uma mudança total de direção.

Quais são as outras alternativas?
PÓS-GRADUAÇÃO
Existem alguns casos em que a pós-graduação pode atendê-lo melhor. Essa opção é muito indicada para quem busca avanços na carreira ou linhas complementares de formação.

Além disso, a pós-graduação tem um período de duração normalmente menor que os cursos de graduação. Tempo é crucial e pode fazer a diferença na sua carreira.

A pós-graduação também é interessante para quem tem interesse em carreiras acadêmicas. Quem procura dar aulas em universidades e fazer pesquisas, os cursos de mestrado e doutorado são requisitos obrigatórios.

CURSOS ISOLADOS DE ESPECIALIZAÇÃO OU TECNÓLOGO
Existe também a possibilidade de fazer cursos isolados, especializações que trarão um conhecimento bastante específico sobre determinado assunto, caso seja algo necessário para um determinado projeto ou uma habilidade que você tem interesse em desenvolver.

A possibilidade de obter um diploma de tecnólogo também é interessante, pois segue a linha de não ser tão específicos quanto os cursos de curta duração ou pós-graduações, mas também são menos abrangentes que os cursos de graduação mais longos. O foco costuma ser na parte prática e no que é necessário para o mercado de trabalho. Fonte: Universia

Você sabia que é possível se tornar licenciado em uma área no período de apenas um ano com a nova modalidade de curso autorizado pelo MEC caso você já tenha uma graduação ? Veja os cursos de Segunda Graduação/ Licenciatura que a Aupex/Uniasselvi tem para você e como funcionam? 

O curso de Formação Pedagógica para Graduados é destinado a pessoas portadoras de diploma superior (bacharéis e tecnólogos) e, ao final da formação pedagógica, receberá titulação de licenciado no curso escolhido (Geografia, Matemática, Artes Visuais, Ciências Biológicas ou História). O profissional diplomado na Formação Pedagógica para Graduados poderá atuar como professor da Educação Básica, em escolas públicas e particulares, podendo exercer funções no ensino profissionalizante, no desenvolvimento e análise de materiais didáticos e de técnicas pedagógicas para o ensino da área escolhida, elaborar propostas curriculares e atuar como gestor educacional. Saiba mais em http://aupex.com.br/graduacao-formacao-pedagogica-para-graduados-558

O curso de Formação Pedagógica Segunda Licenciatura tem como objetivo habilitar o profissional já licenciado nas seguintes opções de curso: Geografia, Matemática, Artes Visuais, Ciências Biológicas ou História. Com a complementação pedagógica, o professor que já possui uma licenciatura pode conquistar seu segundo diploma a partir de 12 meses de curso. Entre os diferenciais do curso está a flexibilidade oferecida pela modalidade a distância. No curso EAD, o aluno poderá contar com encontros semipresenciais no polo, além do autoestudo. O curso possui professores e tutores capacitados e matriz curricular atualizada. O curso é destinado somente a pessoas portadoras de diploma superior de licenciatura e, ao final da formação pedagógica, receberá titulação no curso escolhido (Geografia, Matemática, Artes Visuais, Ciências Biológicas ou História). Saiba mais em http://aupex.com.br/graduacao-formacao-pedagogica-segunda-licenciatura-559

Comentários

Deixe seu Comentário


Voltar